Um soldado da Polícia Militar foi flagrado agredindo o frentista de um posto de combustíveis em Abadia de Goiás, Região Metropolitana de Goiânia. Câmeras de segurança do estabelecimento registraram o crime. Além disso, a própria vítima filmou, pelo celular, o agente o xingando e fazendo ameaças (assista acima). Segundo o funcionário, o policial se irritou ao ser questionado por sair sem pagar o valor de R$ 20 do abastecimento.

Ao G1, o tenente-coronel Marcelo Granja, assessor de comunicação da PM de Goiás, disse, por telefone, que o militar já foi identificado. Ele será chamado para prestar declarações sobre o fato. “Depois, todas as medidas administrativas que o caso requer serão tomadas”, pontuou.

As imagens foram registradas no último dia 10, mas divulgadas somente agora. A câmera de segurança do posto mostra quando o policial, que está fardado, retorna ao local após abastecer e desce do carro. Ele vai em direção ao frentista e lhe dá um tapa no rosto e, em seguida, um empurrão.

Além disso, o próprio funcionário filmou toda a ação com um celular sem que o policial percebesse. Antes do soldado retornar, ele explica o que aconteceu.

“Vou ficar filmando com o celular aqui, vou torcer para o policial não ver que eu estou filmando. Porque ele pediu para abastecer R$ 20 aqui para ele e saiu sem pagar, alterado. Eu falei que ele estava infringindo uma lei porque pegou o produto e saiu sem pagar e não quis deixar nada em troca. Eu não tenho autorização para ninguém sair sem pagar. Ele simplesmente pegou e saiu porque o cara é policial, entendeu”, disse.

Logo em seguida, o policial chega e começa a discutir. Ao final, ele faz uma ameaça ao funcionário.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here