Os policiais civis de Itabuna realizaram um protesto, neste último sábado (30), durante a visita do governador Rui Costa à exposição agropecuária do município. A categoria aproveitou para reivindicar o pagamento da GAP 4, a regulamentação das promoções, a reestruturação das carreiras, o aumento do auxílio-alimentação e auxílio transporte, os valores pagos pelas diárias e horas extras na festa carnavalesca, o reajuste linear e outras demandas da  Polícia Civil baiana. Após o protesto, Rui Costa afirmou aos policiais que irá regulamentar, nesta semana, o decreto das Promoções.

“O governador não quer deixar que a categoria e as entidades que representam os policiais civis avaliem e discutam em Assembleia a proposta do decreto. Se o material se tiver algum problema, vamos ter que entrar na justiça. Ele quer assumir a paternidade sozinho! Esse decreto já era para ter saído desde 2009! O SINDPOC tem lutado para que todos já estivessem com as promoções regulamentadas. Infelizmente, ainda estamos padecendo dessa situação e pressionando o Governo a atender às demandas da categoria!”, afirma o presidente do SINDPOC, Marcos Maurício, ao convocar os policiais para a próxima Assembleia, que será realizada em 11 de outubro.

O vice-presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, destacou que o sindicato lutou para  construir a Lei Orgânica 11.370 da Polícia Civil, que define os critérios para as Promoções. ” Estamos agora aguardando a regulamentação da Lei.  A categoria estava aflita porque não tinha progressão nas carreiras, agora teremos avaliações anuais desde que os servidores preencham os pré-requisitos do interstício. A categoria está feliz porque vamos destravar as promoções. É uma grande conquista nossa. A manifestação de ontem mostra que a mobilização causa impacto. Traz o gestor para negociação. Eles não querem mídia negativa em período de pré-campanha!”, comemora Eustácio Lopes. (Da redação TN)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here