A forte chuva que cai em Vitória nesta sexta-feira (1º) é a responsável por um grave vazamento de um tanque de minério de ferro da Vale, de acordo com informações do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema). Desde as 15h30, o sistema de recuperação de água da unidade de Tubarão não está suportando o excesso de chuva, o que ocasiona o despejo de minério de ferro, calcário, betonita e outros minerais no mar em Camburi.

Segundo o analista ambiental do Iema, Felipe Santos, que inspecionou o local, o sistema opera de forma anormal por não suportar o excesso de água da chuva. Este sistema funciona como um filtro, que faz o tratamento da água, retém os minerais e despeja apenas a água no mar. No entanto, o fluxo intenso tem sobrecarregado o sistema de tratamento, que tem vazado os minerais diretamente no mar.

Segundo o analista, o vazamento dos minerais causa a alteração na qualidade da água e prejuízos ambientais, como a morte de peixes e outros animais marinhos.

A diretora-presidente do Iema, Andréia Carvalho, afirmou que a Vale será penalizada pelos prejuízos causados. “A Vale será autuada com multa por dano ambiental e também será intimada a apresentar todos os estudos e laudos que forem exigidos para a comprovação desse dano e a dimensão desse prejuízo, se é que é possível mensurar.”

Umas das hipóteses, segundo Andréia Carvalho, é de que deve ter havido uma falha no dimensionamento da estrutura. “Caberá à empresa provar que não há. Mas o que nós estamos apurando é que há sim uma falha neste dimensionamento.”

Em 2016, chuvas intensas já haviam provocado um acidente parecido. Na ocasião, o sistema de tratamento de carvão foi o prejudicado.

A Vale foi acionada pela reportagem e disse que se posicionará em breve.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here