Após críticas, o governo baiano se posicionou quanto à não antecipação do salário de junho neste ano. Segundo comunicado da Secretaria Estadual de Administração (Saeb), o governo seguiu parecer da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), após consulta. “Por tratar-se de um ano eleitoral, a antecipação poderia configurar um ato irregular pela justiça eleitoral”, informa.

A promessa é de pagamento integral dos salários no próximo dia 29, seguindo calendário de pagamento dos servidores. “Apesar da crise do País e da queda de arrecadação na Bahia, os proventos do funcionalismo continuam sendo pagos pontualmente no último dia útil do mês, obedecendo a política de Recursos Humanos do Estado e em respeito aos trabalhadores”.

Fonte : Pimenta

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here