O Ministério Público da Bahia abriu um procedimento investigativo preliminar para apurar se o vereador de Salvador, Vado Malassombrado (DEM), cometeu crime de improbidade administrativa no mandato. Ele é suspeito de manter “vínculos irregulares” com assessores parlamentares da Câmara Municipal.

 

A investigação preliminar foi pedida pelo promotor Adriano Marcus Brito de Assis, da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa. O procedimento preliminar é anterior à fase de inquérito, instaurado apenas caso o órgão encontre indícios para tornar o vereador formalmente investigado. 

 

Fonte : BahiaNoticias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here