O técnico Geninho fez sua estreia à frente do Vitória nesta terça-feira (24). O Rubro Negro empatou por 0 a 0 com o Atlético Goianiense na Arena Fonte Nova. O resultado, no entanto, não foi o suficiente para o Vitória se afastar do Z-4. Apesar do placar, o treinador afirmou, durante entrevista coletiva à imprensa, que o resultado agradou.

“Gostei da a atitude do grupo, da maneira como a equipe encarou um adversário difícil, que vem numa sequência de jogos invictos, uma das equipes que mais ganhou pontos fora de casa. Começamos os primeiros 15 minutos muito mal, a equipe queria mostrar vontade e excesso de vontade nos levou a algumas precipitações”, avaliou.

Ao ser questionado sobre alguns atletas, Geninho evitou falar de rendimento individuais e comentou a substituição do meia Felipe Gedoz.

“Não gosto de analisar jogador de maneira pública, mas não posso cobrar nada ainda, alguns jogadores não renderam o que eu acho que podem render. Matheus não vinha jogando. Até na marcação, foi bem. Quando ele esteve para definir o lance no final, teve problemas. Mas tentou. Podem melhorar e dar mais. Não sei se Gedoz foi lesão ou só caibra. Tomei alguns cartões. Não sei se tinha algum pendurado. Vamos com calma, ver o que vamos fazer, ver se tenho algum retorno de jogador do departamento médico. Quando termina o jogo, não cobro ninguém. Amanhã, na reapresentação, a gente deve ter um papo”, comentou.

Com o resultado, o Vitória chegou a 25 pontos e continuou 16º posição, mesma pontuação do primeiro time que abre o Z-4, o Vila Nova. O próximo jogo do Leão é diante do líder, Bragantino, no próximo domingo (29), às 16h, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Fonte : VarelaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui