A jovem ativista do meio ambiente, conhecida por ter protestado fora do prédio do parlamento sueco, e por ser a líder do movimento Greve das escolas pelo clima, Greta Thunberg postou nesta terça-feira (24) um texto em suas redes sociais falando sobre apresentar alguns sintomas do coronavírus e sobre a responsabilidade de não estar no grupo de risco.

Greta falou que só percebeu que provavelmente estava pois seu pai estava apresentando os mesmo sintomas que elas, mas que se não fosse isso ela pensaria que estava sentindo apenas cansada e com um pouco de tosse.

E é isso que o torna muito mais perigoso. Muitos (especialmente jovens) podem não notar nenhum sintoma ou sintoma muito leve. Então eles não sabem que têm o vírus e podem transmiti-lo as pessoas em grupos de risco.
Nós que não pertencemos a um grupo de risco temos uma enorme responsabilidade, nossas ações podem ser a diferença entre vida e morte”, escreveu.

A jovem, de 17 anos, ainda falou que na Suécia, o pais em que vive, as pessoas não podem fazer o exame de COVID-19 a menos que precise de tratamento médico urgente e por isso ela não tem a confirmação efetiva se está contaminada. “Todo mundo que está doente é instruído a ficar em casa e a se isolar. Portanto, não fui testado para o COVID-19, mas é extremamente provável que eu o tenha, dados os sintomas e as circunstâncias combinadas”.

A ativista contou que já se sente recuperada e que o fato de não ter muitos sintomas é perigoso para aqueles que não sabem que estão contaminados.

“E é isso que o torna muito mais perigoso. Muitos (especialmente jovens) podem não notar nenhum sintoma ou sintoma muito leve. Então eles não sabem que têm o vírus e podem transmiti-lo a pessoas em grupos de risco.
Nós que não pertencemos a um grupo de risco temos uma enorme responsabilidade, nossas ações podem ser a diferença entre vida e morte para muitos outros”, alertou Greta.

Fonte: VarelaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui