O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, decretou estado de emergência após o aumento dos casos de coronavírus na cidade. Segundo o decreto, publicado no Diário Oficial desta terça-feira (17), fica dispensado de licitação a aquisição de bens e serviços para o combate à pandemia.

“Fica decretada situação de emergência no Município de São Paulo, para enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus, de importância internacional”.

Os eventos privados que precisam de alvará foram suspensos na cidade e os equipamentos culturais e de assistência social, com excessão do acolhiento de pessoas em situação de rua, serão fechados.

O rodízio de veículos havia sido suspenso na segunda-feira (16) por tempo indeterminado.

Segundo a Secretária Estadual de Saúde de São Paulo, o estado tem 152 casos confirmados do covid-19 até esta segunda-feira, e mais de 1.700 casos suspeitos. Em todo o Brasil são 234 casos confirmados, de acordo com o boletim do Ministério da Saúde desta segunda-feira.

Fonte: VarelaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui