O prefeito de Mucuri, Roberto Carlos Figueiredo Costa, o Robertinho (DEM), concedeu entrevista coletiva na manhã de quinta-feira, 14 de janeiro, para relatar a situação encontrada no município no dia 1º.

Segundo ele, o débito deixado pela gestão anterior é de R$ 67 milhões, tendo uma dívida de mais de R$ 100 mil com o INSS; plano de saúde e empréstimos consignados foram cobrados dos servidores e não foram repassados às instituições financeiras nem a operadora do plano.

“Brincaram com a Prefeitura de Mucuri nos últimos anos, ”, destacou Robertinho, atribuindo a culpa a todos ex-gestores do município.

“Podem ter certeza que não vou compactuar dos erros do passado, se for pra continuar do jeito que está, este não é meu lugar.”

Robertinho disse ainda que denunciou o caso à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Estadual (MPE), além de se reunir com vereadores e relatar toda a situação encontrada.

“Mucuri está precisando de socorro, Mucuri está precisando de ajuda e é isso que estou fazendo, batendo na porta de quem de direito e pedindo ajuda”, afirmou o gestor.

O prefeito garantiu efetuar, ainda este mês, o pagamento referente à janeiro.

Já sobre o salário e 13º, “é preciso saber qual é a real situação dos servidores, para encontrar uma solução”.

Fonte: Reporter Coragem

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here