A adolescente Ana Clara Macedo dos Santos, de 13 anos, foi mais uma vítima da Covid-19. Estudante do 8º ano da Escola Estadual Escritora Rachel de Queiroz, no bairro Jardim Yeda, em Campinas (SP), a menina contraiu a doença no retorno às aulas e faleceu em decorrência de complicações da doença, na tarde de dia 24 de fevereiro. A jovem foi sepultada na última quinta-feira, dia 25, e a sua perda comoveu professores, que fizeram homenagens e lamentaram o descaso que causou a morte precoce de Ana Clara.

O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) de Campinas abriu uma investigação sobre a morte da estudante. Na sexta-feira, dia 26, um dia após o enterro de Ana Clara, o órgão informou que o exame PCR para Covid-19 da menina de 13 anos deu negativo, mas que o Departamento ainda aguarda outros exames.

Familiares de Ana Clara fizeram postagens emocionantes para celebrar o tempo que tiveram com ela. O pai de Ana Clara fez uma linda homenagem para filha. Em seu perfil nas redes sociais, Paulo Cesar Nunes dos Santos publicou uma foto da filha com asas de anjo. Ele ainda criou um álbum virtual com vários momentos da filha, como viagens ao Rio de Janeiro e à praia, churrascos em família, momentos na igreja e até no balé, uma das paixões da jovem.

“Anjinha dos céus. Aninha que hoje faz parte do exército de anjos do Senhor. Obrigado, Pai, por nos ter dado o privilégio de sermos pais, mesmo que em tão pouco tempo. Mas esse pouco tempo foi muito de felicidade. Deus seja louvado”, disse.

A irmã da menina, Carolina Macedo, fez um texto cheio de carinho para enaltecer as qualidades da adolescente, a quem chamava de “meu bebê”.

“Mas se for para falar de algo bom, eu sempre vou lembrar de você… Minha pequena grande menina, Aninha. Hoje me faltam palavras para descrever o que estou sentindo, é uma mistura de gratidão com tristeza… Gratidão por Deus ter nos permitido viver 13 anos junto deste anjo, dessa menina tão pura, doce, alegre, que por onde passava contagiava a todos com o seu sorriso e tristeza porque não a terei mais em meus braços pela manhã. Mesmo com toda essa mistura de sentimentos, estou em paz e feliz! Quem teve o PRIVILÉGIO de conhecer a Ana, sabe o quanto ela amava a Deus, o quanto ela era temente e fiel. Diante desde caos que estamos vivendo – e creio que o pior está por vir –, Deus resolveu recolher o seu anjo aqui da terra e levá-la para cantar no coral dEle lá no céu. Muitas pessoas me disseram que Deus a emprestou para nós, mas que ela pertence a Ele! E no dia 24/02/2021 às 16:25hs o Papai resolveu leva-la de volta ao seu lar eterno. Bom, quem me conhece sabe o quanto eu gosto de escrever, mas hoje me faltam palavras e só vim até aqui para engrandecer o nome do Senhor Jesus e agradece-lo por ter me presenteado por esses anos todos a flor mais linda do jardim dEle. A Aninha viveu 13 anos intensos, de muita doçura, amor, alegria e sorrisos que contagiavam à todos e eu sou grata por tudo o que vivi com ela.Nanina, saiba que você é um pedaço de mim, que se eu pudesse daria a minha vida em troca da sua, mas compreendo e respeito a vontade do nosso Papai. Muito obrigada por ter me permitido ser a sua irmã, a sua Lolina e saiba que eu, o tato, a mamãe, o papai, a Dori e todos os seus familiares e amigos te amam muito e que você deixou o seu legado: Amar a Deus sobre todas as coisas! Você foi, é e pra sempre será o meu eterno e amado bebê. Eu te amo!”, disse Carolina.

Escola se manifesta

As manifestações aconteceram em postagens pelas redes sociais. Uma das professoras criticou a medida que obrigou o retorno às aulas presenciais no Estado de SP e citou o governador João Dória e a Secretária estadual de Educação no seu desabafo.

“Junto com o sofrimento pelo ocorrido, vem o ódio por saber que pode ser o início de uma tragédia já anunciada e levada a frente pelo governador Doria e seu secretário de educação, Rossieli Soares, em meio a todo negacionismo de Bolsonaro que ceifa vidas”, escreveu a educadora.

A escola onde a adolescente estudava também divulgou nota de pesar no Facebook nessa semana. Por conta do ocorrido, a unidade escolar informou aos pais que permaneceria fechada nesta quinta e sexta-feira. A direção da escola também escreveu.

“É com pesar que a E.E. Escritora Rachel de Queiroz vem por meio deste informar o falecimento da Aluna Ana Clara Macedo dos Santos, do 8° Ano B em decorrência de complicações da Covid-19”.

Fonte: Portal SBN

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here